BIO
O Superdose está de volta e com nove faixas inéditas! Estamos falando do recém lançado DVD da banda, intitulado CIDADE LUZ. Além dessas canções, todas carregadas de eletricidade e inspiração, eles incluíram no lançamento, versões ao vivo das faixas do seu CD de estréia, lançado em 2012. A entrega é total.

O Superdose sempre se caracterizou como uma banda de palco, que rende muito ao vivo e gosta de tocar junto. Não existem truques, playbacks ou uma legião de músicos de apoio ocultos atrás das cortinas. O Superdose é sinônimo de Rock’n’Roll feito na hora, em alto e bom som, construído com riffs criativos cuja ascendência vem de bandas como The Who, Oasis, Beatles, Blur, The Verve, Rollings Stones, Barão Vermelho entre outros tantos grupos da mais fina estirpe do rock.       

O núcleo criativo da banda gira em torno dos irmãos João e Antonio Frugiuele, autores das canções, dos arranjos e pilotos insubstituíveis das duas guitarras eletrizantes que conduzem ás alturas os ouvintes do Superdose. As 6 cordas da guitarra de João Frugiuele, somadas ás 6 cordas de Antônio, formam, de fato, as super-doze cordas que impulsionam a música da banda com energia arrebatadora. Um combustível incendiário e volátil chamado paixão e amor á arte.

Os guitarristas dialogam entre si intensamente, com simplicidade e perfeita sintonia, apoiados no ritmo vigoroso e preciso imposto pela bateria de Mauricio Hoffman e a pulsação magnética do baixo de Rodrigo Luminatti. E o mais legal é que jamais deixam de lado certa espontaneidade garageira. Eis o trunfo do Superdose. A música escorre com naturalidade e talento pelas veias da banda, e diz ao que veio logo nos primeiros acordes. Não tem firula. É assim que funciona a sonoridade das canções. Expressão musical alcançada com o máximo de honestidade possível.

Além disso, João está cantando melhor que nunca. Os versos das composições explodem em sua voz com urgência e drama, narrando as aventuras e as desventuras, os encontros e desencontros de sua geração, através de turbilhões emocionais de todas as ordens.

Dirigido por Antonio Carlos Rebesco, o grande “Pipoca”, o DVD capta os quatro músicos em sua zona de conforto. Um amplo palco cercado por amplificadores Marshall, munidos de seus intrumentos, guitarras e baixo, sempre Gibson ou Fender, plugados em alta voltagem e uma bateria ajustada sob medida para a explosão de decibéis que se insinua no ar a todo momento.

O Superdose surgiu anos atrás, nos tempos de escola de João e Antonio, e ainda sem esse nome, teve sua primeira formação em 2003. Os rapazes foram apurando seu estilo e técnica pelos anos seguintes, tocando sem parar. Em 2005, o Superdose participou do evento "Rock and Run" no Credicard Hall e foi convidado, logo depois, para a abrir o show do The Ataris no Rockfest.

Em 2009, a banda gravou seu primeiro trabalho de estúdio, um EP que reunia algumas de suas melhores composições, até então. Tendo em mãos essa ótima amostra de seu potencial criativo, somado ás contínuas apresentações pelo Brasil afora, principalmente no sul do país e interior de São Paulo, abrir shows de bandas internacionais se tornou frequente para o Superdose.

Em abril de 2010, a convite da Time For Fun (T4F), a banda abriu a turnê do Placebo no Brasil. Foram quatro shows: Porto Alegre, Curitiba, Belo Horizonte e São Paulo. Poucos meses depois, em novembro, foi a vez de atuar como supporting act do The Stereophonics, num concerto no Citibank Hall, na capital paulista.

No ano seguinte, 2011, entraram no estúdio Toca do Bandido, no Rio de Janeiro, para a gravação do seu primeiro album oficial. Intitulado apenas “Superdose”, o disco traz dez canções autorais típicas de uma guitar band. Para promover esse trabalho, o Superdose saiu em turnê e engatou, os concertos de abertura da banda norte-americana Creed, que se apresentava no Brasil, em 2012.

CIDADE LUZ foi gravado em São Paulo, no Teatro Mars no final de 2014. Na época, o Superdose tinha tantas composições novas, já arranjadas e ensaiadas, que ficava difícil selecioná-las. Então, resolveram tocar todas, ainda mais tratando-se de uma noite tão especial.

Das 18 canções incluídas nesse DVD, 3 não foram gravadas no Teatro Mars, e sim no Credicard Hall, quando o Superdose fez o show de abertura da banda Creed. São “Suscetível”,”Entre Luzes” e “Cidade Luz”. Agora João, Antonio, Rodrigo e Maurício estão afiados para levar esse show pelo Brasil afora. E, quem sabe, até para fora do país. Qualquer lugar do mundo fica mais iluminado com a eletricidade da banda. Traga luz para sua cidade.